Chanceler alerta para onda de violência que começará nesta 3ª feira na Venezuela

Em Caracas

  • Ueslei Marcelino/Reuters

    Manifestante seguram bandeira com desenho do presidente Nicolás Maduro durante protesto em Caracas, na Venezuela

    Manifestante seguram bandeira com desenho do presidente Nicolás Maduro durante protesto em Caracas, na Venezuela

O chanceler da Venezuela, Samuel Moncada, alertou sobre uma onda de violência que, segundo ele, começará a partir da terça-feira (25) no país, onde estão previstos vários protestos contra o governo, e a votação da Assembleia Nacional Constituinte do próximo domingo.

"Eu alerto sobre a onda de violência que pretende desatar na Venezuela a partir de amanhã", anunciou o chanceler ao canal "Telesur", em declarações citadas pela agência estatal de notícias "AVN".

De acordo com Moncada, os opositores ao governo do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, promovem que a Organização de Estados Americanos (OEA) realize na quarta-feira uma nova reunião em Washington para abordar a situação da Venezuela, abalada há quase quatro meses por protestos que já deixaram pelo menos 100 mortos.

O chanceler opinou que estas reuniões chegam precedidas por uma onda de violência causada por quem se manifesta nas ruas contra o governo.

A coalizão opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD) convocou uma greve geral de 48 horas para a quarta-feira e uma grande passeata em Caracas para protestar contra a mudança de Constituição.

No próximo domingo serão realizadas no país as eleições para escolher uma Assembleia Nacional Constituinte, que será integrada por 545 representantes e terá poder superior para elaborar um novo ordenamento jurídico e reformar o Estado.

Os opositores qualificaram o processo de fraudulento por não contemplar um referendo prévio e disseram que, se for necessário, organizarão um boicote.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos