Operação policial na Europa prende 107 suspeitos de exploração sexual

Bruxelas, 24 jul (EFE). - Uma operação policial coordenada pelo Escritório Europeu de Polícia (Europol) contra o tráfico de pessoas para exploração sexual, que poderia ter afetado até 910 vítimas, terminou com a detenção de 107 suspeitos, informou o organismo nesta segunda-feira.

Em comunicado, o Europol disse que forças policiais de 22 Estados-membros da União Europeia (UE), em coordenação esse órgão, fizeram entre os dias 26 de junho e 2 de julho uma ação para desarticular grupos especializados no tráfico de seres humanos e em imigração ilegal, com origem na América do Sul, no Leste Europeu e na Nigéria e que estavam entre os mais ativos dentro do bloco.

Foram investigados 126.927 indivíduos, 6.363 veículos e 4.245 lugares conhecidos por facilitar a exploração sexual, como bordeis, casas de massagem e aeroportos. Em algumas apurações lideradas pela Áustria, especialistas no mundo digital deram especial atenção à internet por conta do seu uso como meio para divulgar as vítimas.

De acordo com o Europol, como medida complementar, foram realizaram campanhas de conscientização sobre o tráfico para a exploração sexual nas principais entradas e saídas de aeroportos. EFE

mai/cdr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos