Seul pede que Coreia do Norte se abstenha de fazer novo teste de mísseis

Seul, 25 jul (EFE).- A Coreia do Sul pediu nesta terça-feira que a Coreia do Norte se abstenha de realizar um novo teste de mísseis, algo sugerido recentemente pela imprensa dos Estados Unidos, e que tome uma "decisão inteligente" sobre o assunto.

"O Governo responderá severamente às provocações da Coreia do Norte (se acontecer um novo teste balístico). Espero que o Norte tome uma decisão inteligente", afirmou um porta-voz do Ministério da Unificação sul-coreano, segundo a agência "Yonhap".

As declarações chegam pouco depois que a emissora americana "CNN" informasse que a Coreia do Norte poderia estar preparando um novo lançamento por causa do "Dia da Vitória", como o regime de Pyongyang chama o aniversário do armistício que encerrou a Guerra da Coreia (1950-53) e será celebrado na próxima quinta-feira.

O regime norte-coreano realizou o seu último teste balístico no dia 4 deste mês, quando disparou por primeira vez um míssil intercontinental, com aparente capacidade para alcançar algumas partes dos EUA.

Os seguidos testes de armamento da Coreia do Norte contribuíram para aumentar a tensão na península coreana e provocaram um endurecimento da retórica em Washington, onde o governo de Donald Trump insinuou a possibilidade de efetuar ataques preventivos contra o país asiático.

Na semana passada, Seul propôs que dos dois países mantivessem conversas militares - as primeiras em quase três anos - para diminuir a atual tensão, oferta que ainda não foi contestada oficialmente pela Coreia do Norte.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos