Ônibus que ia a protesto contra morte de estudantes é alvejado no México

Cidade do México, 26 jul (EFE).- Um ônibus de ativistas que viajava de Oaxaca para a Cidade do México para um protesto contra o desaparecimento de 43 estudantes em Ayotzinapa foi alvejado por tiros nesta quarta-feira, uma ação que não deixou mortos ou feridos.

O ataque ocorreu durante a madrugada entre Nochixtlán e Coixtlahuaca, no estao de Oaxaca, quando um grupo de indivíduos desconhecidos dispararam contra o veículo.

A denúncia foi feita pela Coordenação Nacional de Trabalhadores da Educação (Cnte). O Centro Nacional de Comunicação Social confirmou à Agência Efe que o ônibus chegou à Cidade do México sem nenhum problema. Não foram registradas vítimas entre os passageiros, apesar de alguns terem sofrido com crises nervosas.

No ônibus viajavam membros do Comitê de Vítimas pela Justiça e a Verdade (Covic) e professores da CNTE para participar do protesto contra o desaparecimento dos 43 estudantes de Ayotzinapa.

O Covic surgiu após uma operação da polícia em 19 de junho de 2016 em Nochixtlán. Os agentes pretendiam dispersar uma manifestação da CNTE, mas a ação terminou com a morte de oito pessoas.

Desde o desaparecimento dos 43 estudantes de uma escola de Ayotzinapa, em 26 de setembro de 2014, pelas mãos da Polícia de Iguala, os pais das vítimas e ativistas fazem protestos com regularidade, especialmente nos dias 26 de cada mês.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos