Al Jazeera diz que tomará medidas legais se tiver redação fechada em Israel

Cairo, 27 jul (EFE).- A emissora catariana Al Jazeera afirmou nesta quinta-feira que tomará todas as medidas legais se Israel cumprir a ameaça de fechar a redação do canal em Jerusalém, como prometeu o primeiro-ministro do país, Benjamin Netanyahu.

Em um comunicado divulgado em seu site na internet, a Al Jazeera afirmou que seguirá noticiando o que ocorre nos territórios palestinos ocupados por Israel de forma "profissional e objetiva".

A emissora rejeitou as acusações "arbitrárias e hostis" feitas por Netanyahu, que disse, através do Facebook, que a Al Jazeera fomenta a violência nos arredores do Monte do Templo, nome usado pelos judeus para chamar a Esplanada das Mesquitas em Jerusalém.

"Pedi várias vezes aos que fazem a lei ser cumprida que o escritório (da Al Jazeera) seja fechado em Jerusalém. Se isso não ocorrer, devido às diferenças nas interpretações legais, farei o necessário para aprovar as leis que tirem a Al Jazeera de Israel", afirmou o primeiro-ministro na rede social.

Netanyahu critica a Al Jazeeda pela cobertura das tensões entre palestinos e israelenses após um ataque registrado no último dia 14, que levou Israel a adotar medidas segurança extraordinárias no acesso à Esplanada de Mesquitas, sagrada para muçulmanos e judeus, mas reservada para a reza dos muçulmanos nas sexta-feiras.

Há dois dias, Israel retirou os detectores de metais instalados depois do ataque e desmontou estruturas metálicas, muros e barreiras de metal que ainda estavam na região após os protestos e condenações por parte do mundo árabe e islãmico.

Hoje, milhares de muçulmanos voltaram a rezar na Esplanada das Mesquitas, situada em Jesuralém Oriental, sob custódia da Jordânia, mas controlada por Israel.

No entanto, pouco depois, foram registrados novos distúrbios entre fiéis palestinos e as forças de segurança israelenses. Mais de cem pessoas ficaram feridas no tumulto, segundo o Crescente Vermelho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos