Chefe de comunicação alerta que "há gente" no governo que quer minar Trump

Washington, 27 jul (EFE).- O novo diretor de comunicação da Casa Branca, Anthony Scaramucci, advertiu nesta quinta-feira que "há gente" no governo dos Estados Unidos que "pensa que seu trabalho é salvar" o país do presidente Donald Trump, e assegurou que conhece "quem" são os funcionários responsáveis pelos vazamentos contínuos de informação.

"Há gente dentro deste governo que acredita que o seu trabalho é salvar os EUA deste presidente. Este não é o seu trabalho", disse Scaramucci em declarações à emissora "CNN", nas quais reconheceu os problemas para conter os vazamentos de informação na Casa Branca.

Para o diretor de comunicação, o trabalho dos funcionários "deve ser conectar o presidente com o país, de modo que possa explicar seus pontos de vista e políticas de maneira apropriada para poder transformar os EUA".

Scaramucci, que assumiu o cargo na última sexta-feira e é conhecido por seu comportamento beligerante, acrescentou que, "após ter realizado um grande trabalho nos últimos cinco dias" conta com "uma ideia muito boa sobre quem são os responsáveis" pela divulgação de informações.

O diretor, no entanto, evitou citar nomes diretamente, mas reconheceu suas diferenças com o chefe de gabinete de Trump, Reince Priebus.

"Se Reince quer explicar que não é um vazador, deixemos que ele o faça", disse Scaramucci.

A chegada do novo diretor de comunicação aconteceu depois da saída do polêmico Sean Spicer, porta-voz da Casa Branca, que deixou o cargo por discordâncias com o presidente Trump e após várias controvérsias por sua incapacidade para transmitir com clareza a mensagem do presidente.

Tanto Priebus como Spicer fazem parte do establishment do Partido Republicano, enquanto que o novo diretor de comunicação não conta com experiência no âmbito político, algo que é considerado uma vantagem pelo presidente.

Scaramucci foi designado por Trump para tentar dar coerência às mensagens da Casa Branca e pôr fim à guerra interna na equipe presidencial de comunicação.

Trump expressou em várias ocasiões sua frustração com as informações procedentes da Casa Branca, por isso insistiu em utilizar seu perfil pessoal no Twitter como meio para enviar suas mensagens aos cidadãos, sem intermediários.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos