Filha mais velho do primeiro presidente uzbeque é presa preventivamente

Moscou, 28 jul (EFE).- Gulnara Karimova, a filha mais velha do já falecido primeiro presidente do Uzbequistão, Islan Karimov, foi posta em prisão preventiva acusada de evasão de impostos, fraude, lavagem de dinheiro e outros delitos, informou hoje a Promotoria Geral do país centro-asiático.

Karimova, de 45 anos, é investigada, além disso, como suposta colaboradora de um grupo criminoso que através da comissão de diversos delitos se apropriou e lavou US$ 1,394 bilhão, 63,5 milhões de euros, 27,1 milhões de libras esterlinas 18,5 milhões de francos suíços.

Segundo o comunicado publicado na página web da Promotoria Geral uzbeque, a investigação estabeleceu que tais ativos estão distribuídos em 12 países, principalmente na Suíça e na Irlanda.

Ants dona de um império empresarial, estilista de moda, cantora, diplomata e, geralmente, uma celebridade habitual de vários eventos, Gulanara era a imagem mais internacional do regime do Uzbequistão, acusado por numerosas organizações de violar os direitos humanos mais elementares.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos