Reino Unido vai fazer revisão independente após incêndio na Tower Grenfell

Londres, 28 jul (EFE).- O governo britânico anunciou nesta sexta-feira que fará uma revisão independente sobre os regulamentos dos edifícios e da segurança em caso de incêndio, após a tragédia que matou 80 pessoas e destruiu a Tower Grenfell, em Londres, no mês passado.

O Departamento de Comunidades do governo britânico anunciou em junho que o fogo no prédio de 24 andares, onde moravam, aproximadamente, 500 pessoas, "apresentou perguntas graves" sobre os mecanismos de segurança existentes em caso de incêndios, centradas no uso de revestimentos inflamáveis em edifícios residenciais.

A revisão será organizada pela engenheira e funcionária do governo Judith Hackitt, que informará o que descobrir ao secretário do Departamento de Comunidades, Sajid Javid, e à ministra de Interior britânica, Amber Rudd.

"Está claro que temos que revisar os regulamentos que existem nos edifícios e a segurança em caso de incêndios com urgência", afirmou Javid.

Segundo o político, a revisão independente garantirá que "as melhorias necessárias possam ser feitas com rapidez".

"O governo está decidido provar que aprendemos com o incêndio na Tower Grenfell e garantir que isso não vai voltar a acontecer", disse o secretário.

O anúncio foi feito depois de ter sido divulgado que 82 edifícios residenciais do país não passaram no novo teste de segurança.

O incêndio, de enormes proporções, aconteceu no oeste da capital britânica e começou por causa do curto-circuito em uma geladeira, de acordo com a Polícia. O fogo se espalhou rapidamente, o que dificultou a evacuação dos moradores.

Os especialistas assinalaram depois que as chamas se estenderam com facilidade porque o revestimento tinha material inflamável, o que obrigou às autoridades a revisar o estado de outros edifícios.

Os agentes que analisaram o incêndio encontraram "motivos suficientes" para poder apresentar denúncias de "homicídio culposo", conforme revelou ontem a Scotland Yard.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos