China retira 3 mil pessoas de casa como prevenção para chegada de forte tufão

Xangai (China), 29 jul (EFE).- Mais de 3,1 mil pessoas foram forçadas a deixar suas casas na províncias de Fujian, no leste da China, devido à chegada do tufão Nesat, que atingirá à ilha de Taiwan neste sábado, informou a agência oficial "Xinhua".

O Nesat ganhou força ontem, passando de tempestade tropical para tufão. Segundo os últimos dados da agência meteorológica de Taiwan, ele está a 250 quilômetros do condado de Hualien, se movendo a uma velocidade de 18km/h em direção noroeste.

Dessa forma, a expectativa é que ele chegue ainda hoje a Hualien e Taitung. Os voos de Taipé, capital de Taiwan, para as duas regiões serão cancelados, informou a "Xinhua".

As aulas foram suspensas nos dois condados e também na província de Yilan. Empresas também decidiram fechar seus escritórios, obedecendo às recomendações das autoridades para que as pessoas reduzissem suas atividades ao ar livre.

Após a passagem por Taiwan, a previsão é que o tufão Nesat chegue à região de Fujian já enfraquecido, como uma tempestade tropical. No entanto, devido ao risco de inundações, as autoridades chinesas decidiram retirar as 3,1 mil pessoas de suas casas.

A Administração Oceânica Estatal da China divulgou ontem um alerta laranja, o segundo mais grave, por fortes ondas na região e ordenou que os navios voltassem aos portos e que as praias fossem fechadas para os banhistas.

O órgão alertou que a região será atingida por chuvas torrenciais de hoje até a próxima quarta-feira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos