Irã vai continuar com lançamento de foguetes e critica sanções dos EUA

Teerã, 29 jul (EFE).- O Governo do Irã assegurou que manterá os seus lançamentos de foguetes apesar das novas sanções dos Estados Unidos, que qualificou de "ingerência" para frear o progresso tecnológico do país.

O porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores, Bahram Qasemi, disse em um comunicado ontem à noite que é "um direito inalienável" do Irã lançar mísseis portadores de satélites e que estas ações não violam os seus compromissos internacionais.

"A República Islâmica do Irã não admite nenhum limite aos seus avanços científicos e tecnológicos, e não espera a autorização de nenhum país para os testes e atividades dos seus cientistas e especialistas", destacou Qasemi.

O Irã inaugurou na quinta-feira passada o Centro Espacial Nacional Ímã Khomeini com o lançamento do foguete portador do satélite Simorq, gerando a reação de Washington.

França, Alemanha e Reino Unido se uniram ontem à condenação de Washington ao lançamento iraniano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos