Seul e Washington melhorarão mísseis sul-coreanos em resposta a Pyongyang

Seul, 29 jul (EFE).- O presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, pediu hoje para se revisar o acordo bilateral com os Estados Unidos que controla o programa de mísseis balísticos sul-coreano para melhorar a capacidade dos mesmos em resposta ao último lançamento norte-coreano.

Moon pediu ao seu assessor de segurança, Chung Eui-young, que propusesse oficialmente ao seu colega amaricano, H. McMaster, uma revisão das normas para permitir que o peso da carga útil dos mísseis sul-coreanos possa ser duplicado para uma tonelada, detalhou um secretário presidencial em coletiva de imprensa.

Segundo explicou o secretário em declarações publicadas pela agência "Yonhap", McMaster aceitou abrir as negociações para modificar o acordo.

Conforme a última revisão das diretivas aprovadas pelos aliados em 2012, os mísseis balísticos sul-coreanos podem ter um alcance máximo de 800 quilômetros e uma carga útil com um peso máximo de 500 quilos.

Aumentar a carga útil para uma tonelada aumentaria o poder destrutivo destes projéteis.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos