Trump: "Não deixarei que a China continue sem fazer nada com Coreia do Norte"

Washington, 29 jul (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse neste sábado que não deixará que a China continue sem fazer nada para solucionar a situação com a Coreia do Norte, que lançou na sexta-feira um míssil balístico intercontinental.

"Estou muito decepcionado com a China. Nossos ingênuos líderes anteriores lhes permitiram fazer centenas bilhões de dólares por ano em comércio e, no entanto, não fazem nada por nós com a Coreia do Norte", escreveu Trump no Twitter.

"Não permitiremos mais que isto continue. A China poderia facilmente resolver este problema!", acrescentou o presidente.

Trump condenou na sexta-feira mesmo o lançamento de um novo míssil balístico por parte da Coreia do Norte, e adiantou que tomará "todas as medidas necessárias" para proteger seu país e os aliados na região.

O míssil balístico lançado pela Coreia do Norte, de tipo intercontinental e o segundo em menos de um mês, é "a última ação temerária e perigosa" do regime de Pyongyang, segundo denunciou Trump em comunicado divulgado pela Casa Branca.

"Ao ameaçar o mundo, estas armas e testes isolam ainda mais a Coreia do Norte, enfraquecem sua economia e sacrificam seu povo", destacou Trump ao condenar o novo teste.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos