Ataque de Al Shabab mata 39 soldados da UA na Somália

Mogadíscio, 31 jul (EFE).- Pelo menos 39 soldados ugandenses da Missão da União Africana (UA) na Somália (Amisom) morreram em uma emboscada de terroristas de Al Shabab na região de Lower Shabelle, no sul, informaram hoje à Agência Efe as autoridades locais.

O ataque aconteceu ontem pela manhã, quando um artefato explosivo improviso explodiu durante a passagem de um comboio de soldados da Amisom e do Exército somali.

Posteriormente, um grupo de terroristas atacaram os militares, segundo detalhou a missão da UA na sua conta oficial do Twitter, ainda que não proporcionou número de vítimas.

No entanto, o governador da região, Ibrahim Najah, disse à Efe que pelo menos 39 soldados ugandenses da Amisom morreram na emboscada.

Nos últimos meses, os jihadistas realizaram vários ataques similares contra bases militares de Amisom em território somali e mataram centenas de soldados de Quênia, Burundi, Uganda e Etiópia. EFE

ma/ma

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos