Embaixadores de vários países declaram apoio ao Parlamento venezuelano

Caracas, 1 ago (EFE).- Os embaixadores da Espanha, México, Reino Unido e França foram a Assembleia Nacional da Venezuela para participar de uma sessão nesta terça-feira contra as ameaças do governo, que cogita destituir o parlamento depois das eleições para a Constituinte realizadas no domingo.

"A Venezuela tem que ter nesse momento a clara certeza que está acompanhada de todas as democracias do mundo. Ela não só estão nos apoiando, mas também pressionando democraticamente para que, na Venezuela, quem governe seja a força da lei", afirmou antes do início dos trabalhos o presidente do parlamento, Julio Borges.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse que após a instalação da Assembleia Constituinte eleita no domingo - não reconhecida por vários países da região - retirará a imunidade parlamentar dos deputados.

"Nós vamos continuar trabalhando aqui. Nós estamos aqui pelo voto de 14 milhões de venezuelanos. Vamos continuar fazendo nosso trabalho como nos corresponde e acredito que isso tem que ser respeitado por todos", disse Borges sobre as ameaças.

Borges, uma das lideranças da oposição, disse que não recebeu, por enquanto, nenhuma informação do governo sobre a possível instalação da Assembleia Constituinte no prédio do parlamento, que vive em guerra aberta contra Maduro desde 2015.

Além de antecipar que acabará com a imunidade parlamentar, Maduro afirmou que a instalação da Constituinte também resultará em uma comissão para julgar os responsáveis pela violência registrada nas manifestações contra o governo convocadas pela oposição.

Maduro indicou especialmente o vice-presidente do parlamento, o deputado Freddy Guevara, para quem, segundo o presidente, já há uma cela pronta para quando a Constituinte começar a funcionar.

Estados Unidos, Espanha, México e Colômbia, entre outros países, informaram que não reconhecerão a Assembleia Constituinte. Ontem, o governo de Donald Trump já impôs sanções contra o presidente da Venezuela.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos