Esposa de Ledezma acredita que seu marido esteja na prisão de Ramo Verde

Madri, 1 ago (EFE).- Mitzy Capriles, esposa do opositor venezuelano Antonio Ledezma, acredita que o prefeito metropolitano de Caracas esteja detido na prisão militar de Ramo Verde e que sua detenção na última madrugada seja uma tentativa do governo de Nicolás Maduro de desestruturá-los.

Em uma coletiva de imprensa em Madri, Mitzy disse nesta terça-feira que as detenções de seu marido e de Leopoldo López se explicam porque o governo de Maduro quer forçar as famílias "a vacilar" em sua luta por liberdades.

Mitzy assegurou que a detenção aconteceu pouco depois de seu marido ter divulgado um vídeo em que criticava a votação de domingo para eleger a Assembleia Nacional Constituinte.

"O que aconteceu não é novo e deve marcar uma pauta ao mundo para que se saiba que o que a Venezuela está vivendo é um massacre e um tremendo atentado contra os direitos humanos", acrescentou.

"Nenhuma das mentiras que o presidente Maduro fala, como a do número de votos na Constituinte, conseguiu convencer um povo que já está na rua e que não tem nunca como opção a covardia, senão a liberdade", acrescentou a esposa do político.

Antonio Ledezma, que está em detenção domiciliar há mais de dois anos, após passar dois meses na prisão, está acusado de conspiração e associação criminosa, crimes pelos quais poderia ser condenado a até 26 anos e meio de prisão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos