EUA testará lançamento de míssil intercontinental nesta 4ª feira

Washington, 1 ago (EFE).- Os Estados Unidos testarão nesta quarta-feira o lançamento de um míssil balístico intercontinental não armado da base da Força Aérea de Vandenberg, na Califórnia, em um momento de tensão originado pelo lançamento de um míssil do mesmo tipo da Coreia do Norte na sexta-feira passada.

O teste está previsto para a quarta-feira, entre as 12h01 e as 6h01 (horário local; entre 4h01 e 10h01 em Brasília), informou nesta terça-feira a base de Vanderberg em breve comunicado.

O propósito deste teste, como o dos anteriores do mesmo programa, é "validar e verificar a efetividade, preparação e precisão" do sistema, indicou a base.

O próximo teste será o quarto com este tipo de míssil, o Minuteman, efetuado da base californiana neste ano. Desta vez, o lançamento ocorre após os Estados Unidos terem realizado com sucesso no domingo um novo teste do escudo antimísseis THAAD no Alasca.

Esse teste foi o 15º do escudo antimísseis THAAD que o governo americano executa com sucesso. Em paralelo, EUA voltou nesse dia a exibir seu poderio militar junto aos aliados com dois bombardeiros estratégicos na península coreana em resposta ao míssil intercontinental (ICBM) lançado na sexta-feira pela Coreia do Norte.

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse no sábado passado que não permitirá que a China continue à toa para solucionar a situação com a Coreia do Norte.

Além disso, Trump tinha condenado na sexta-feira o novo lançamento da Coreia do Norte e antecipado que tomará "todas as medidas necessárias" para proteger os EUA e seus aliados na região.

Na quinta-feira passada, o Congresso americano deu sinal verde a um pacote de sanções contra Coreia do Norte, Irã e Rússia que está pendente da assinatura de Trump, que pretende assiná-lo, segundo adiantou a Casa Branca.

Após o teste realizado pela Coreia do Norte no dia 4 de julho, Trump declarou que estava preparado para "coisas bastante graves", mas seu secretário de Defesa, James Mattis, definiu que não via motivos para ir "à guerra" com esse país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos