Ataque de Al Shabab deixa pelo menos 3 mortos no leste do Quênia

Nairóbi, 2 ago (EFE).- Pelo menos três pessoas morreram nesta quarta-feira no condado de Lamu, no leste do Quênia, em um ataque supostamente cometido pelo grupo terrorista somali Al Shabab, segundo informou o jornal queniano "Daily Nation".

Vários homens armados atacaram um ônibus e um veículo de segurança procedente da cidade costeira de Malindi por volta de 15h30 (horário local, 9h30 de Brasília) e mataram três motoristas de moto-táxis, conhecidos popularmente como "boda-boda".

Por enquanto se desconhece o número de passageiros que ficaram feridos no ataque, e que foram transferidos ao hospital de Witu, na região na qual ocorreu o atentado.

Os terroristas abriram fogo indiscriminadamente de uma floresta próxima à estrada antes que o veículo de escolta chegasse em auxílio dos passageiros, segundo testemunhas.

Desde o final de maio, dezenas de pessoas morreram em diferentes ataques ocorridos na área fronteiriça com a Somália, onde se mantém o toque de recolher.

O último deles aconteceu em 8 de julho, quando membros de Al Shabab atacaram uma pequena localidade do condado de Lamu e degolaram e assassinaram vários moradores.

O exército queniano se encontra posicionado área zona próxima à fronteira para tentar conter a entrada de jihadistas.

Al Shabab, que aderiu formalmente à rede terrorista Al Qaeda em 2012, matou cerca de 500 pessoas no Quênia desde abril de 2013, em represália pelo envio de tropas à Somália para combater o jihadismo.

O pior atentado de Al Shabab em território queniano ocorreu em abril de 2015, quando 148 pessoas morreram no ataque de um comando terrorista à Universidade de Garissa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos