Empresa que fez contagem de votos na Venezuela denuncia "manipulação"

Londres, 2 ago (EFE).- A empresa encarregada da contagem de votos na Venezuela, Smartmatic, denunciou nesta quarta-feira que houve "manipulação" do dado de participação nas eleições da Assembleia Nacional Constituinte, realizadas no domingo, informou seu diretor-executivo, Antonio Múgica.

Múgica fez essas declarações em uma coletiva de imprensa em Londres, depois que as autoridades eleitorais cifraram o número de votantes em 8,1 milhões de pessoas, 41,43% do censo eleitoral venezuelano.

A Smartmatic explicou hoje que graças à existência de um "robusto sistema automatizado de votação" pode afirmar que, "sem lugar a dúvidas, nas últimas eleições da Assembleia Nacional Constituinte, houve manipulação do dado de participação".

"Uma auditoria permitiria conhecer a cifra exata de participação. Estimamos que a diferença entre a quantidade anunciada e a que aponta o sistema é de pelo menos um milhão de eleitores", acrescentou a empresa.

Essa empresa foi a encarregada de proporcionar a plataforma tecnológica de votação e serviços para as eleições na Venezuela desde 2004, incluindo a polêmica eleição do domingo passado para a Assembleia Constituinte.

No entanto, na última votação não houve presença de auditores da oposição, que são considerados fundamentais como testemunhas do processo, segundo os argumentos da empresa.

Por sua parte, a aliança opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD) confirmou hoje a convocação para amanhã de uma marcha contra a Assembleia Nacional Constituinte.

A MUD organizou numerosos atos de desobediência civil contra uma Constituinte que vê como uma tentativa de "consolidar a ditadura" do chavismo governante.

A Assembleia Nacional Constituinte foi promovida pelo presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, com a intenção de renovar a Carta Magna.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos