Estado Islâmico assume autoria de ataque contra mesquita xiita no Afeganistão

Cairo, 2 ago (EFE).- O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) assumiu nesta quarta-feira a autoria de um ataque suicida cometido ontem contra uma mesquita da minoria xiita da cidade da Herat, no oeste do Afeganistão, que causou, segundo a organização, 50 mortes.

Em um comunicado divulgado pela rede de mensagens Telegram, e cuja autenticidade não pôde ser verificada, o grupo terrorista assegurou que dois suicidas, identificados como Omair Asemk e Tayeb al Jarasani, atacaram ontem à noite os "apóstatas e politeístas" na área de Bakr Abad, na cidade da Herat.

Nesse ataque, ainda de acordo com o grupo, os jihadistas assassinaram 50 pessoas e deixaram outras 80 feridas.

No entanto, o porta-voz da Direção de Saúde Pública da província da Herat, Rafiq Shirzai, disse ontem à Agência Efe que 29 pessoas morreram e 63 feridos foram transferidos a vários hospitais.

Os dois autores do atentado usavam coletes com explosivos, metralhadoras e granadas de mão, detalhou o grupo no texto.

A explosão ocorreu por volta de 20h (horário local, 12h30 de Brasília) em uma mesquita pertencente à comunidade xiita, quando dezenas de pessoas estavam rezando.

Os atentados contra esta minoria religiosa são comuns no país asiático.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos