Kremlin destaca que é importante saber o que Trump pensa de sanções

Moscou, 2 ago (EFE).- O porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, afirmou nesta quarta-feira que é importante saber o que pensa o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre o endurecimento das sanções contra a Rússia e o futuro das relações entre Moscou e Washington.

"Sem dúvida, é importante saber o que pensa disto (as sanções) o presidente dos EUA, e o que pensa em geral do estado e das perspectivas das relações bilaterais, mas por enquanto não ouvimos que tenha se pronunciado", disse Peskov a um grupo de jornalistas.

O porta-voz da presidência russa destacou que Moscou observa "certas contradições nas declarações que são emitidas na Casa Branca" sobre o endurecimento das sanções à Rússia.

À pergunta de se prevê que o presidente russo, Vladimir Putin, entre em contato com o seu homólogo americano nos próximos dias, Peskov respondeu de forma seca: "Não".

A reunião prevista será entre o ministro de Assuntos Exteriores russo, Serguei Lavrov, e o secretário de Estado americano, Rex Tillerson, e acontecerá na reunião de chanceleres da Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), que acontecerá em Manila nos próximos dias 7 e 8.

Esse será o seu primeiro encontro desde o anúncio do Kremlin do domingo passado sobre a redução em 755 pessoas, a partir de 1º de setembro, da força de trabalho das representações diplomáticas americanas na Rússia.

O porta-voz do Kremlin esclareceu nesta segunda-feira que a seleção dos afetados pelo corte corresponde à parte americana. "São diplomatas, pessoas sem status diplomático e funcionários locais, ou seja, cidadãos russos que trabalham ali", detalhou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos