Ex-presidente da Colômbia deverá se retratar com jornalista

Bogotá, 3 ago (EFE).- O Tribunal Superior de Bogotá ordenou nesta quinta-feira que o ex-presidente da Colômbia Álvaro Uribe se retrate, nas próximas 48 horas, ao jornalista Daniel Samper Ospina, a quem acusou de violentar crianças.

No mês passado, em coluna na revista "Semana", Samper abordou a disputa territorial entre os departamentos de Antioquia e Chocó, pela pobre região de Belén de Bajirá.

O advogado Federico Escobar, leitor da publicação, enviou carta de protesto, dirigida ao jornalista, questionando um tratamento racista contra os habitantes de Antioquia. Uribe reproduziu o texto e atacou Samper, utilizando o Twitter.

"Federico Escobar protesta por uma ofensa do estuprador de crianças, Samper Ospina, a Antioquia" escreveu.

Posteriormente, o ex-presidente do país publicou uma carta, dizendo que o jornalista "abusou de uma menina de apenas três meses", entre outras acusações, incluindo envolvendo material publicado na revista "Soho", de que Samper Ospina foi editor.

Na justiça, o jornalista pediu que fosse protegido seu nome e honra. A Fundação para Liberdade de Imprensa do país, inclusive, fez duras críticas a Álvaro Uribe.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos