Netanyahu coloca primeira pedra para aumentar Colônia em território ocupado

Jerusalém, 3 ago (EFE).- O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, colocou nesta quinta-feira a primeira pedra para a ampliação de uma Colônia judaica em território palestino ocupado, destinada a abrigar colonizadores retirados de outros assentamentos.

"Estamos trabalhando vigorosamente para povoar todas as regiões do país", disse esta manhã na cerimônia de colocação da primeira pedra de um novo bairro no assentamento de Beitar Ilit, no sul da Cisjordânia, informou em comunicado seu porta-voz, David Baker.

O premiê acrescentou no seu discurso: "Estamos promovendo a criação de um novo assentamento para os retirados de Amona", em referência aos colonizadores que foram evacuados por ordem do Tribunal Supremo, que considerou ilegal sua colônia por ser construída sobre terra palestina propriedade de particulares.

Netanyahu assegurou que sua equipe se reuniu várias vezes com os ex-residentes de Amona para tratar sobre "a construção de um novo lar para eles".

A maior parte da comunidade internacional considera ilegais os assentamentos israelenses em território ocupado, já que a legislação internacional proíbe a potência ocupante transferir sua população para o território que ocupa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos