Bachelet fala sobre detituição de procuradora-geral da Venezuela

Santiago (Chile), 5 ago (EFE).- A presidente do Chile, Michelle Bachelet, afirmou neste sábado que a destituição de Luisa Ortega como promotora geral da Venezuela é "um passo mais para a quebra democrática" desse país.

"A destituição da procuradora-geral da Venezuela é um passo a mais na quebra democrática e não contribui para a paz do povo venezuelano", escreveu a presidente chilena em sua conta no Twitter.

Por sua parte, a ministra porta-voz Paula Narváez qualificou como um "péssimo sinal" a decisão da recém constituída Assembleia Nacional Constituinte (ANC) de tirar do posto a procuradora-geral desse país Luisa Ortega Diaz.

Narváez disse que essa determinação "vai contra o objetivo fundamental" dos países da América Latina de "que a situação nesse país se resolva pela via democrática".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos