Constituinte nomeia Tarek William Saab como procurador-geral da Venezuela

Caracas, 5 ago (EFE).- A Assembleia Constituinte da Venezuela nomeou neste sábado o titular da Defensoria do Povo, Tarek William Saab, como novo procurador-geral do país, após destituir Luisa Ortega Díaz, opositora do governo de Nicolás Maduro, do cargo.

"Esse posto não pode ficar vazio porque será criado um problema que já tínhamos com a inação do Ministério Público", disse o constituinte Diosdado Cabello ao propor a nomeação de Saab.

A decisão foi submetida ao voto dos constituintes depois que o Tribunal Supremo de Justiça notificou à Assembleia que tinha achado méritos para processar a procuradora, visando a inabilitação, proibição de saída do país e congelamento de seus bens.

Cabello pediu uma declaração de "emergência" dentro do Ministério Público "para que se proceda sua imediata reestruturação", disse, indicando que deverá ser revisado o procedimento de todos os funcionários em todos os níveis.

Em um pronunciamento à imprensa após a votação que culminou com a cassação de Ortega e eleição de Saab, Cabello apontou que a Procuradoria "tinha se transformado em um centro da impunidade".

"Tenho certeza de que, com Tarek William Saab, haverá justiça, que não significa vingança. Nós não atuamos com base nessa premissa", acrescentou.

Ortega tinha rejeitado a eleição da Assembleia Nacional Constituinte por considerá-la uma "ambição ditatorial" do movimento chavista e denunciou que deveria "ser convocada pelo povo" por meio de um plebiscito, e não pelo presidente Nicolás Maduro, transformando-se em uma das vozes mais críticas a este processo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos