Forças Armadas e polícias fazem megaoperação no Rio contra roubo de cargas

Rio de Janeiro, 5 ago (EFE).- Uma megaoperação contra quadrilhas de roubo de cargas e de tráfico de drogas no Rio de Janeiro teve início na manhã deste sábado com a ação integrada de efetivos das Forças Armadas e das polícias Federal, Rodoviária Federal, Civil e Militar nos complexos de favelas do Lins e Camarista Méier, na Zona Norte, e em alguns morros da Zona Oeste.

Coordenada pela Secretaria de Estado de Segurança do Estado (Seseg), a chamada Operação Onerat visa cumprir 55 mandados, sendo 40 de prisão e 15 de busca e apreensão, e marca o início da segunda fase das ações integradas com tropas militares decretadas pelo Governo Federal.

Pelo menos uma morte foi registrada durante o começo da megaoperação, a de Jefferson Abilio da Silva Cavalcante, de 19 anos, que foi baleado no tórax e no braço ao trocar tiros com policiais no Morro São João, na Zona Norte. Segundo a polícia, ele foi preso no ano passado por roubo de cargas e solto em março deste ano.

Diversos veículos militares, como jipes e blindados, ocupam ruas nas imediações das favelas onde a megaoperação acontece, e o espaço aéreo nas regiões afetadas sofreu restrições para aeronaves civis. Algumas vias de grande tráfego na capital fluminense foram bloqueadas, como a Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos