Presidente de Constituinte chama Juan Manuel Santos de "usurpador"

Caracas, 5 ago (EFE). - A presidente da Assembleia Nacional Constituinte (ANC) da Venezuela, Delcy Rodríguez, afirmou neste sábado que o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, é um "usurpador", depois que o governante tachou o corpo que ela preside de ilegítimo e o acusou de acometer um "ato ditatorial".

"Se o senhor nos tacha de ilegítimos, o senhor é então um usurpador da presidência da Colômbia, porque nós fomos eleitos pelo povo da Venezuela e não vamos aceitar nenhum tipo de agressão venha de onde vier", disse ela, antes de encerrar a primeira sessão da ANC em Caracas.

O presidente colombiano condenou a destituição da promotora-geral da Venezual, Luisa Ortega Díaz, em uma decisão da Assembleia Constituinte desse país durante o seu primeiro dia de trabalho, qualificado por ele de "primeiro ato ditatorial".

"Começaram os ataques contra o poder constituinte original. Ao senhor Juan Manuel Santos eu digo que nós chegamos com mais votos do que as elites que o levaram a presidência da Colômbia", acrescentou a ex-chanceler venezuelana.

No lugar de Ortega, que ainda pode ser levada a julgamento, a ANC designou o titular da Defensoria do Povo, Tarek William Saab.

A Assembleia Constituinte foi tachada de fraudulenta por vários governos que disserem que não reconhecerão as decisões tomadas por este órgão com poderes ilimitados e a serviço da chamada "revolução bolivariana".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos