Choques nos arredores de Damasco deixam 9 soldados governamentais mortos

(Corrige título).

Beirute, 7 ago (EFE).- Pelo menos nove soldados governamentais sírios morreram nesta segunda-feira e outros 12 ficaram feridos em combates contra uma facção islâmica ao leste de Damasco, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG acrescentou que as forças leais ao governo sírio enfrentaram o grupo Legião da Misericórdia na população de Ein Tarma e no distrito de Jobar, na periferia da capital.

Além disso, os insurgentes capturaram um soldado governamental durante os choques.

O ativista Maher Abul Jair confirmou à Agencia Efe pela internet que "oito membros das forças do regime morreram em uma emboscada da Legião da Misericórdia, que fez um prisioneiro".

O Observatório acrescentou que também houve um número indeterminado de baixas nas fileiras desse grupo armado islâmico.

Esta intensificação da violência em Jobar e Ein Tarma ocorre enquanto continua em vigor a trégua declarada no último dia 22 de julho em Guta Oriental, o principal bastião opositor nos arredores de damasco, que não conseguiu pacificar a situação nessa região.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos