Grupo de bombeiros é denunciado na Itália por provocar incêndios

Roma, 7 ago (EFE).- Um grupo de 15 bombeiros voluntários foi denunciado nesta segunda-feira por provocar incêndios e simular pedidos de ajuda na região italiana da Sicília para cobrar pela intervenção, informou a polícia italiana.

A Promotoria dessa cidade denunciou hoje este grupo de bombeiros e ordenou a detenção de um deles, identificado como D.V.D, de 42 anos, encarregado de coordenar os voluntários do destacamento do município de Santa Croce Camerina, em Ragusa.

Segundo a acusação, estes voluntários causavam os incêndios, geralmente de pequenas dimensões, em jardins ou containers de lixo, e depois simulavam pedidos de ajuda para comparecerem ao local para sufocar as chamas.

As equipes deste destacamento se aproximavam da zona do incêndio antes inclusive do mesmo ser declarado para ter prioridade na extinção das chamas, segundo demonstrou a polícia em um vídeo feito através do GPS dos caminhões.

Pelas intervenções, datadas entre 2013 e 2015, os bombeiros cobravam do Estado 10 euros por hora. Por isso, o grupo foi acusado de fraude e roubo.

A investigação começou quando as autoridades se deram conta que esta esquadra de bombeiros realizava o triplo de intervenções que o resto.

Em uma intercepção telefônica divulgada também pela polícia, é possível ouvir dois dos membros desta rede comentar as suspeitas de que estavam sendo investigados e um deles chegou a confessar: "provocamos incêndios, eles sabem. Eles sabem".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos