Chuvas deixam 3 desaparecidos e dezenas de atingidos na Guatemala

Cidade da Guatemala, 7 ago (EFE).- Pelo menos três pessoas desapareceram e dezenas foram atingidas pelas chuvas que castigaram nesta segunda-feira diferentes pontos da Guatemala.

O porta-voz da Coordenadoria Nacional para a Redução de Desastres (Conred), David de León, explicou à imprensa que os desaparecidos, que não foram identificados, estão sendo procurados no rio Petacalapa, em Malacatán (San Marcos), onde foram vistos pela última vez antes de serem surpreendidos pela enchente.

Na área 13 da capital, 27 pessoas foram afetadas e sete tiveram que ser retiradas de uma igreja evangélica após um desabamento na área "Anexa Florestal", enquanto que outro pequeno deslizamento no quilômetro 326 da Faixa Transversal do Norte, na rota de Livingston, não ocasionou danos pessoais.

Na cidade colonial da Antigua e em Jocotenango, ambas na província de Sacatepéquez, muitas casas ficaram inundadas e várias árvores bloquearam estradas em diferentes pontos.

Segundo o porta-voz da Conred, essas chuvas não estão associadas à tempestade tropical Franklin, que se encontra muito perto do litoral mexicano.

Na atual temporada de chuvas, que começou em maio e deve terminar em novembro, foram reportadas na Guatemala mais de 146 situações de emergência que afetaram 144.508 pessoas, com um total de 16 mortes.

A Guatemala, um dos países mais vulneráveis do mundo, registrou durante 2016, 463 desastres naturais que afetaram 445.628 pessoas e deixaram 57 mortos, seis desaparecidos e 108 feridos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos