"El Chapo" contrata advogado que livrou famoso mafioso americano da prisão

(Atualiza com informação sobre outros advogados que participarão da defesa).

Nova York, 8 ago (EFE).- O narcotraficante Joaquín "El Chapo" Guzmán, detido em Nova York à espera de julgamento, contratou o advogado Jeffrey Lichtman, conhecido por sua defesa do mafioso John A. Gotti, segundo confirmou nesta terça-feira à Agência Efe o próprio profissional.

Guzmán foi extraditado aos Estados Unidos no último dia 19 de janeiro e desde então foi representado por um grupo de advogados de ofício.

Em um documento, esses defensores comunicaram ao juiz nesta segunda-feira que o mexicano chegou a um acordo para montar uma defesa particular, ainda que tenham ressaltado que o novo advogado está à espera de receber do governo garantias de que poderá cobrar seus honorários antes de assumir o caso de forma oficial.

As autoridades exigem de "El Chapo" mais de US$ 14 bilhões por suas atividades como suposto líder do Cartel de Sinaloa, razão pela qual o advogado quer assegurar-se que o dinheiro do seu contrato não será confiscado.

Lichtman confirmou à Efe que ele será um dos advogados do narcotraficante e, através de um e-mail, disse que espera poder se apresentar em breve perante o tribunal para representar Guzmán.

O advogado não trabalhará sozinho no caso, pois "El Chapo" contratou também outros defensores, incluindo o escritório Balarezo Law, segundo anunciou hoje em um comunicado o fundador da firma, Eduardo Balarezo.

"Estamos preparados para defender o senhor Guzmán na medida do possível para assegurar que os seus direitos estejam protegidos e que não seja surrado pelo governo e seu interminável grupo de cooperadores", disse Balarezo.

O advogado disse que buscará que o jurado "distinga entre a verdade e o mito", e assegurou que "El Chapo" está contando os dias para seu julgamento.

Balarezo defendeu o narcotraficante mexicano Alfredo Beltrán Leyva, que foi condenado à prisão perpétua no último mês de abril por um tribunal de Washington após ter sido extraditado aos EUA em 2014.

Além disso, Guzmán recrutou também os advogados William Purpura, que chega pela mão de Balarezo, e Marc Fernich, que trabalhou anteriormente com Lichtman.

Lichtman, que abriu seu escritório em Nova York em 1999, é conhecido principalmente por ter conseguido que John A. Gotti evitasse a prisão por meio da anulação de julgamento em que enfrentava várias acusações por crime organizado.

Conhecido como "Junior" por ser filho do falecido líder dos Gambino, John Gotti, o suposto mafioso liderou o clã entre 1992 e 1999, segundo as autoridades.

"El Chapo" está sendo acusado de 17 delitos como líder do Cartel de Sinaloa, entre eles tráfico de drogas, uso ilegal de armas e lavagem de dinheiro.

Guzmán, que pode ser condenado à cadeia perpétua, se declarou inocente e está preso em uma prisão de Nova York em meio a grandes medidas de segurança, após suas duas fugas de prisões mexicanas.

Na semana passada, o narcotraficante solicitou ao juiz que despreze essas acusações por considerar que foi extraditado de forma ilegal do México.

Sua próxima aparição perante a corte está prevista para o dia 14 de agosto, mas a expectativa é que o julgamento não comece até abril do ano que vem.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos