Ex-funcionário dominicano acusado por subornos da Odebrecht é libertado

Santo Domingo, 8 ago (EFE).- O ex-funcionário público dominicano Bernardo Castellanos de Moya foi libertado nesta terça-feira depois de pagar a fiança determinada por um juiz na sexta-feira passada, perante o qual compareceu por ser um dos indiciados no caso de subornos que a Odebrecht pagou no país.

Além dos 5 milhões de pesos de fiança (cerca de US$ 104.000), o juiz da Suprema Corte de Justiça da República Dominicana, Francisco Ortega, também impediu Castellanos de sair do país e o obrigou a se apresentar todo mês perante a Procuradoria Geral de Justiça.

Castellanos, que permanecia sob custódia por não ter pagado a fiança, trabalhou como diretor técnico da Empresa de Geração Hidroelétrica Dominicana (Egehid) entre 2000 e 2004 e está acusado de receber subornos para a adjudicação pela Odebrecht do projeto de construção da represa de Pinalito.

"Feliz de voltar para minha família", disse brevemente o ex-funcionário aos jornalistas que o abordaram na saída do Palácio de Justiça da capital dominicana.

Castellanos estava ali desde o dia 2 de agosto, quando retornou ao país procedente da Guatemala, para se tornar o último dos 14 indiciados nos casos de subornos da Odebrecht.

Pelo caso Odebrecht foram indiciadas outras 13 pessoas, entre elas o agora ex-ministro de Indústria e Comércio, Temístocles Montás, e o presidente do Partido Revolucionário Moderno (PRM, principal da oposição), Andrés Bautista, em liberdade condicional desde 8 de julho após um mês de prisão preventiva.

Na prisão só permanecem o empresário Angel Rondón, assinalado pelo Ministério Público como a pessoa que recebeu e distribuiu os subornos, e o ex-ministro de Obras Públicas, Víctor Díaz Rúa, um importante dirigente do governista Partido da Liberdade Dominicana (PLD).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos