Explosão em armazém de armas no sul da Síria deixa pelo menos cinco mortos

Beirute, 8 ago (EFE).- Pelo menos cinco pessoas morreram nesta terça-feira, a maioria combatentes, e um número indeterminado ficou ferido pela explosão em um armazém de armas e munição no sul da Síria, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG apontou que por enquanto o motivo da explosão, que aconteceu em um armazém pertencente a grupos rebeldes no distrito de Deraa al Bali, na cidade meridional de Deraa, é desconhecido.

Essa cidade tem duas zonas principais que são Deraa al Bali e Deraa al Mahatma, que servem de divisão entre a área sob o controle das autoridades e a da oposição.

Deraa al Bali se corresponde com os bairros antigos e está quase toda sob o domínio de grupos rebeldes e islâmicos.

Desde 9 de julho está em vigor nas províncias sulinas sírias de Deraa, As-Suwayda e Quneitra um cessar-fogo alcançado graças a um acordo entre a Rússia - aliada do Governo de Damasco -, a Jordânia e EUA, ambos valedores da oposição.

Esta trégua coincide atualmente com outras duas na região de Ghouta Oriental, o principal reduto insurgente dos arredores da capital, e na província central de Homs.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos