MTST protesta em São Paulo contra deputados que votaram a favor de Temer

São Paulo, 9 ago (EFE).- O Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) protestou nesta quarta-feira em São Paulo contra os deputados que votaram a favor de arquivar a denúncia de corrupção passiva apresentada contra o presidente Michel Temer.

Cerca de 3.000 manifestantes, segundo informaram à Agência Efe os organizadores do protesto, se concentraram no bairro de Pinheiros e dali se mobilizaram até a residência de vários deputados da base aliada ao governo.

A manifestação, que transcorreu de forma pacífica, passou pelas casas ou escritórios dos deputados Paulo Maluf (PP-SP), Antonio Bulhões (PRB-SP), Celso Russomanno (PRB-SP), Eli Corrêa Filho (DEM-SP), Antonio Goulart (PSD-SP), Milton Monti (PR-SP) e Beto Mansur (PRB-SP).

Com o lema "Se tem dinheiro para os deputados, tem que ter para moradia", os integrantes do MTST afirmaram que, com os R$ 4 bilhões liberados por Temer em emendas antes da votação da denúncia na Câmara dos Deputados, seria possível construir 43 mil casas populares.

Temer se livrou na semana passada do julgamento que ameaçava o seu mandato com a força da sua base política, que se impôs na Câmara para arquivar a acusação de corrupção passiva formulada pela Procuradoria Geral de República.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos