Oposição venezuelana decide inscrever candidatos para eleições regionais

Caracas, 9 ago (EFE).- A Mesa da Unidade Democrática (MUD), principal aliança de oposição na Venezuela, anunciou nesta quarta-feira a decisão de inscrever candidatos para as próximas eleições regionais do país, marcadas para ocorrer em 10 de dezembro deste ano, depois do prazo estabelecido pela Constituição.

"Acertamos por consenso inscrever candidatos para as eleições regionais vencidas e escanteadas pelo regime desde o ano passado", disse o líder da oposição Andrés Velásquez em entrevista coletiva.

A MUD fez esse anúncio depois de um processo de consulta interna. A decisão foi tomada mesmo com a proibição estabelecida pelo Conselho Nacional Eleitoral, que determinou que a MUD não poderá ter candidatos em sete dos 23 estados da Venezuela.

"A etapa de inscrever candidatos para as regionais será acompanhado pela decisão de aprofundar a pressão de rua, a pressão social e internacional, e as demais ferramentas políticas", afirmou a aliança de oposição no comunicado.

A MUD afirmou que o objetivo da coalizão segue sendo obter a saída do presidente do país, Nicolás Maduro.

A oposição indicou, além disso, que essa "pré-inscrição" de candidatos será feita como uma forma de obrigar a realização das eleições porque esse foi um dos principais pontos defendidos nos protestos realizados no país nos últimos quatro meses.

"Entendemos esse desafio como uma forma de combate", afirmou Velásquez.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos