Quênia volta à calma enquanto espera pronunciamento da oposição

Nairóbi, 9 ago (EFE).- As principais cidades do Quênia recuperaram a calma após os incidentes registrados na manhã desta quarta-feira em decorrência da denúncia de fraude eleitoral lançada contra o governo e permanecem à espera de um novo pronunciamento público do líder da oposição, Raila Odinga.

A Super Aliança Nacional (Nasa, na sigla em inglês) acusou hoje o partido governista de ter hackeado o sistema de recontagem de dados, que com um 76% das urnas apuradas dá como vencedor o presidente do país, Uhuru Kenyatta, com dez pontos de vantagem sobre Odinga.

Após esta denúncia de fraude, que segundo a oposição aconteceu com a identificação do diretor de Telecomunicações da Comissão Eleitoral, assassinado há dez dias, vários incidentes violentos foram registrados em diversas partes do país.

Em Mathare, um dos bairros mais pobres de Nairóbi, a polícia dispersou com gás lacrimogêneo e disparos dezenas de pessoas que bloqueavam as ruas com barricadas.

Em outros pontos do país, como em Kisumu (oeste), a polícia também lançou gás lacrimogêneo para dispersar os manifestantes que foram às ruas em apoio ao candidato opositor.

Após algumas horas de grande agitação, a situação permanece relativamente calma à espera de novidades.

"Estamos esperando o que Odinga vai dizer. Se Raila aceitar sua derrota, nós aceitaremos. Se rejeitar e nos pedir para irmos às ruas, iremos", declarou Phillip Okea, morador do bairro de Kibera, bastião do líder da oposição.

Em Eldoret, uma das cidades mais afetadas pela onda de violência pós as eleições de 2007, há centenas de pessoas concentradas nas ruas à espera um pronunciamento do opositor.

A Comissão Eleitoral anunciou que examinará as denúncias da oposição, enquanto o governo pediu calma e "responsabilidade" aos cidadãos em meio à grande tensão no país.

"Por favor, devemos nos abster de qualquer atividade que ponha em perigo a vida dos demais ou a estabilidade do país", pediu o ministro do Interior, Fred Matiang'i.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos