Segundo terremoto atinge China em menos de 24 horas e deixa 33 feridos

Pequim, 9 ago (EFE).- Pelo menos 33 pessoas ficaram feridas e mais de mil casas foram danificadas devido ao terremoto de 6,6 graus que na manhã desta quarta-feira atingiu a região chinesa de Xinjiang, o segundo de grande magnitude no país nas últimas 24 horas.

Dois feridos estão em estado grave e 142 das casas afetadas desabaram, informaram as autoridades regionais.

O tremor ocorreu às 7h27 local (20h27, de terça-feira no Brasil) na comarca de Jinghe, e mais tarde foram registradas 121 réplicas, segundo os centros de monitorização sismológica da China.

O terremoto aconteceu menos de 12 horas após o que sacudiu a vizinha província de Sichuan (centro), de 7 graus de magnitude e que deixou pelo menos 19 mortos e 247 feridos, segundo os últimos números oficiais.

As autoridades de Xinjiang cancelaram ou interromperam mais de 60 serviços ferroviários e destinaram equipes de bombeiros, saúde e outros departamentos à zona afetada, para onde também foi enviada ajuda humanitária em forma de tendas, cobertores, abrigos e outros móveis e utensílios.

O tremor teve uma profundidade de 11 quilômetros.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos