Tailandesa consegue se formar na universidade aos 91 anos

Bangcoc, 10 ago (EFE).- A tailandesa Kimlan Jinakul, de 91 anos, recebeu esta semana seu título universitário em Ecologia Humana, ciência que estuda as relações entre o ser humano e o meio ambiente.

"Se você não estuda ou lê, não vai aprender nada", declarou Kimlan ao canal de televisão "TPBS" a mulher que mora em Phayao, capital da província do mesmo nome no norte do país.

Kimlan, a mais velha da sua turma na universidade a distância Sukhothai Thamathirat, escolheu desenvolvimento humano e familiar como matéria principal.

A idosa diz que sempre quis ir à universidade e que sempre encorajou e apoiou seus filhos para que estudassem e conseguissem um diploma universitário.

Ela não teve essa oportunidade enquanto crescia, depois veio a família, assim que com 72 anos se inscreveu na universidade a distância de Sukhothai Thammathirat, que não cobra a matrícula dos maiores de 60 anos.

Apesar disso, problemas familiares a afastaram do curso, mas ela não se desanimou e voltou a tentá-lo em 2011, quando tinha 85 anos, e desta vez o completou.

A universidade a distância Sukhothai Thammathirat, que conta atualmente com 199 alunos com mais de 60 anos, favorece a educação dos mais velhos.

"A única coisa que as pessoas de idade que querem estudar conosco têm que fazer é matricular-se pelo correio, e lhes serão enviados posteriormente todo o material da aula e outros documentos", explicou a chefe do Departamento de Ecologia Humana da citada universidade, Rutchaneekorn Chotchaisathit.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos