Bombeiros controlam um dos dois grandes incêndios que afetam Portugal

Lisboa, 11 ago (EFE).- Os bombeiros portugueses já controlaram o incêndio de Grândola, um dos dois que deixaram nesta sexta-feira em alerta a região central de Portugal, onde cerca de mil homens combatem as chamas apoiados por meios terrestres e aéreos.

O fogo iniciado na quinta-feira em Grândola tinha sido declarado nesta manhã como uma das situações mais complicadas do dia pela Proteção Civil, que acreditava que o incêndio seria controlado nas próximas horas.

Uma vez controlada a situação, permanecem no lugar 213 bombeiros, apoiados por 67 meios terrestres e dois aéreos para apagar as chamas, enquanto a atenção se concentra agora em outro ponto preocupante, o município de Abrantes.

Em Abrantes, situado no distrito de Santárem (centro do país), o fogo é combatido por 691 bombeiros, 218 meios terrestres e 12 aviões, incluídos dois espanhóis e um marroquino, segundo dados da Proteção Civil.

A sua tarefa é complicada pelas altas temperaturas previstas para hoje nessa zona do país, acompanhadas de ventos com sequências fortes.

O fogo de Abrantes, iniciado na quarta-feira, é o que mais meios mobiliza atualmente em Portugal, onde permanecem ativos 12 incêndios que 957 bombeiros tentam sufocar.

Além disso, é o segundo grande incêndio no país neste verão após o ocorrido em junho no município de Pedrógão Grande, que deixou 64 mortos e mais de 250 feridos, também no centro do país, no distrito de Leiria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos