Chuvas na Venezuela já afetaram mais de 9 mil famílias

Caracas, 11 ago (EFE).- Um total de 9.832 famílias foram afetadas pelas chuvas ocorridas na Venezuela e que atingiram oito estados do país, informou nesta sexta-feira o ministro de Interior e Justiça, Néstor Reverol, que além disso detalhou um plano especial para atender estas zonas e seus habitantes.

"Atualmente temos 31 refúgios com 750 famílias nos estados mais afetados. Temos 9.832 famílias afetadas. Neste momento, estamos embarcando um conjunto de materiais como medicamentos, cobertores, mosqueteiros, redes, colchões e colchonetes", disse Reverol através do canal estatal "VTV".

Além disso, informou que foi ativado um plano de contingência denominado "Somos um 2017", com o desdobramento de todo o "gabinete executivo para iniciar uma visita a todos os estados que foram afetados" pelas precipitações.

O representante da pasta de Interior também indicou que não houve vítimas fatais e que com as chuvas ocorreu uma enchente que foi a mais grave nos últimos 41 anos.

Entre os estados afetados que mencionou estão Bolívar, Amazonas (sul), Delta Amacuro (este), Mérida (oeste).

No domingo, o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, ordenou ao vice-presidente Tareck El Aissami prestar apoio "imediato" aos estados Delta Amacuro (leste), Bolívar (sul) e Táchira (oeste), afetados pelas chuvas durante os últimos dias, e pediu às instituições competentes que fiquem atentas.

Nesse mesmo dia, vários deputados opositores da Venezuela informaram que estados do sul e do leste do país foram afetados pelas precipitações e pelo suposto colapso do nível de Guri, a principal represa da nação, o que deixou milhares de lares e outras edificações sob as águas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos