Paraguai expulsa brasileiros suspeitos de envolvimento em assalto à Prosegur

Assunção, 11 ago (EFE).- As autoridades paraguaias entregaram nesta sexta-feira às do Brasil, e em meio a um forte dispositivo de segurança, seis pessoas vinculadas ao Primeiro Comando Capital (PCC) e ao assalto à empresa espanhola Prosegur, quando foram roubados cerca de US$ 12 milhões.

Os seis cidadãos brasileiros, detidos no Paraguai nesta semana, foram levados de avião à Cidade do Este, desde onde foram conduzidos por estrada ao território brasileiro através da Ponte da Amizade.

Durante este último trecho, os detidos foram escoltados por um comboio de vários veículos em um dispositivo dirigido pelo Grupo Especial de Operações da Polícia (GEO).

Entre os seis, cinco foram detidos na terça-feira durante uma operação antidrogas em um local de criação gado na cidade de Pedro Juan Caballero, fronteira com o Brasil, onde também detiveram outras dez pessoas.

Durante esse batida, Rafael Bruno Rodríguez conseguiu escapar, mas foi detido um dia depois e faz parte do grupo de expulsados ao Brasil, onde tinha fugido da prisão na qual cumpria penna.

O Ministério do Interior informou na quinta-feira que a fuga ocorreu em janeiro na Penitenciária Estatal de Piraquara, no Estado Paraná.

No assalto à empresa de segurança participaram cerca de 50 pessoas fortemente armadas, que explodiram parte do edifício e mataram um membro do GEO.

No final de abril, a empresa disse que o montante roubado chegava a US$ 11,7 milhões, cifra superior aos US$ 8 milhões calculados pela Prosegur em um primeiro momento após o assalto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos