Trump conversará com Xi sobre Coreia do Norte e defende "solução pacífica"

Washington, 11 ago (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta sexta-feira que conversará com o presidente da China, Xi Jinping, ainda hoje para abordar a crise com a Coreia do Norte e afirmou que seu desejo é chegar a uma "solução pacífica".

"Muitas coisas boas podem ocorrer ou podemos ter uma solução ruim", disse Trump em uma entrevista coletiva em Bedminster, em Nova Jersey, ao lado do secretário de Estado, Rex Tillerson, e da embaixadora dos EUA na ONU, Nikki Haley.

Apesar de não dar detalhes sobre o que seria uma "solução ruim", Trump afirmou que espera que "tudo se resolva com uma solução pacífica".

O presidente americano também ressaltou que o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, não fez muitas declarações nos últimos dias e que as ameaças de Pyongyang não foram feitas diretamente por ele.

As afirmações ocorrem depois de Trump ter alertado à Coreia do Norte na manhã de hoje que as tropas americanas estão prontas para o combate.

"As soluções militares estão completamente preparadas, prontas para o combate, se a Coreia do Norte agir de forma imprudente. Espero que Kim Jong-un encontre outro caminho", escreveu Trump em sua conta no Twitter.

Nos últimos dias, a Coreia do Norte ameaçou bombardear a Ilha de Guam, um território americano no Oceano Pacífico, onde vivem 160 mil pessoas. A ilha também é base de uma estratégica base naval dos EUA.

Trump criticou em reiteradas ocasiões a China, principal parceiro da Coreia do Norte, por não fazer nada para solucionar o conflito.

Pequim, no entanto, pediu que a Coreia do Norte não faça provocações com o programa nuclear e de mísseis do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos