Guerrilha curda mata 4 soldados e um adolescente na Turquia

Istambul, 12 ago (EFE).- Quatro soldados turcos e um civil de 15 anos morreram nas mãos da guerrilha curda do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) em três incidentes diferentes, informam neste sábado os meios de comunicação locais.

Dois militares morreram hoje na explosão de uma bomba escondida na estrada durante a passagem do veículo em que viajavam na província de Batman, no sudeste do país, em um ataque atribuído ao PKK.

Na sexta-feira à tarde, outro militar e um jovem de 15 anos morreram baleados supostamente por membros da guerrilha em Trebizonda, no norte da Turquia.

Segundo a agência "Anadolu", o jovem tentava alertar às forças da ordem após ter visto um desconhecido entrar em uma casa e, quando retornou ao local, recebeu um disparo. No incidente morreu também um membro da gendarmaria, um corpo policial militarizado.

A morte do jovem suscitou uma onda de críticas contra o PKK, com numerosas mensagens de condolência e denúncia nas redes sociais.

Em um terceiro incidente, na última madrugada, um soldado morreu e outros dois ficaram feridos na província de Tunceli, no sudeste turco, durante um enfrentamento com o PKK.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos