Japão conclui instalação de sistema antimíssil após ameaça norte-coreana

Tóquio, 12 ago (EFE).- O Japão terminou de instalar seu sistema antimíssil em várias regiões do oeste de seu território neste sábado, depois que a Coreia do Norte ameaçou lançar quatro projéteis balísticos contra a ilha de Guam, um território controlado pelos Estados Unidos no Oceano Pacífico, que sobrevoariam o arquipélago japonês.

O sistema antimíssil terra-ar Patriot Advanced Capability-3 (PAC-3) foi posicionado nas províncias de Shimane, Hiroshima e Kochi, por onde passariam os projéteis norte-coreanos, e também na de Ehime, informou a agência "Kyodo".

Normalmente, o sistema PAC-3 não fica instalado nessas províncias japonesas.

A Coreia do Norte ameaçou bombardear os arredores da ilha de Guam, no Pacífico Ocidental, onde vivem cerca de 160 mil pessoas e em cujas bases estão estacionados os bombardeiros estratégicos que o Pentágono envia regularmente à Península Coreana.

O plano revelado por Pyongyang detalha o lançamento de quatro mísseis Hwasong-12 que percorreriam 3.356,7 quilômetros durante 1.065 segundos (quase 18 minutos) antes de caírem em águas próximas de Guam.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos