Autoridades portuguesas controlam incêndio preocupante no centro do país

Lisboa, 13 ago (EFE).- O incêndio no município de Tomar, um dos que mais preocupavam as autoridades no centro de Portugal, foi controlado neste domingo pelos bombeiros, que aumentam agora os recursos para sufocar as chamas em outro ponto delicado, em Ferreira do Zêzere.

Após controlar a situação, permanecem em Tomar 228 bombeiros apoiados por 77 veículos terrestres para apagar as chamas que se mantêm, segundo dados da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

Este incêndio, situado da mesma forma que o de Ferreira do Zêzere no distrito de Santarém, era o que mais preocupava as autoridades portuguesas, que pediram ajuda à União Europeia após registrar ontem o recorde de 268 focos espalhados por todo o território.

O pedido já foi respondido pela Espanha, de onde chegarão hoje dois módulos da Unidade Militar de Emergências (UME) e dois aviões, além de três dotações da Equipe de Emergência e Resposta Imediata da Comunidade de Madri (Ericam) com 15 bombeiros e quatro funcionários sanitários do Serviço de Emergências Médicas de Madri.

A previsão é que os bombeiros de Madri se dirijam precisamente a Ferreira do Zêzere, onde se aumentou nas últimas horas o contingente que combate às chamas, até somar 402 bombeiros, 121 veículos terrestres e seis aviões.

No total permanecem ativos 12 incêndios em Portugal, que são combatidos por quase 2.000 bombeiros com 250 veículos terrestres e 30 aéreos, sendo especialmente preocupantes os que afetam os distritos de Coimbra e Leiria, ambos no centro do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos