Espanha mantém nível de alerta terrorista apesar dos atentados na Catalunha

Madri, 19 ago (EFE).- As autoridades espanholas decidiram neste sábado, após os atentados da Catalunha, manter em nível 4 o alerta terrorista sobre uma escala de 5, mas as medidas de segurança em zonas turísticas e infraestruturas serão reforçadas, anunciou o ministro do Interior, Juan Ignacio Zoido.

O ministro explicou, em coletiva de imprensa, que este nível 4 será reforçado com a intensificação das medidas de segurança em lugares e eventos de grande afluência, com "especial ênfase" nas zonas turísticas.

Zoido presidiu a reunião extraordinária da mesa de avaliação da ameaça terrorista e depois foi para o Palácio da Moncloa, sede oficial do Executivo, para informar ao presidente do Governo, Mariano Rajoy, sobre esta decisão.

À reunião assistiram responsáveis das forças e corpos de segurança do Estado e da inteligência em matéria antiterrorista, além das polícias autonômicas (regionais) da Catalunha e do País Basco.

Com a opinião unânime de todos estes especialistas, a mesa decidiu que a Espanha seguirá em nível de alerta antiterrorista 4 e não irá elevá-lo a 5 (o máximo, o que significaria a presença do Exército nas ruas), ao entender que não existe um risco de "atentado iminente".

A Espanha ativou o nível 4 de alerta antiterrorista e, 26 de junho de 2015 após os sucessivos atentados da Tunísia, França, Kuwait e Somália.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos