PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Rajoy comparecerá ao Parlamento da Espanha por caso de corrupção

24/08/2017 13h42

Madri, 24 ago (EFE).- O presidente do Governo da Espanha, Mariano Rajoy, terá que comparecer na próxima semana ao Parlamento para falar sobre o caso de corrupção conhecido como "trama Gürtel" e um possível financiamento ilegal do Partido Popular (PP, centro-direita), da situação.

Toda a oposição, formada por partidos de esquerda e nacionalistas regionalistas, votou nesta quinta-feira a favor do comparecimento urgente de Rajoy, enquanto os liberais do Cidadãos se abstiveram e o PP, partido presidido por Rajoy, votou contra.

O Congresso dos Deputados convocará para isso uma reunião plenária extraordinária, de acordo com a decisão desta quinta-feira da Deputação Permanente da Câmara, com o voto maioritário da oposição, já que o PP governa em minoria.

A "trama Gürtel" é uma rede de contratos arranjados, supostamente, com empresários que conseguiram licitações com o PP entre 1999 e 2005.

No último dia 26 de julho, Rajoy depôs como testemunha no tribunal que julga o caso.

Na ocasião, o chefe de governo ressaltou sua condição de político para negar qualquer conhecimento sobre o financiamento e a contabilidade de seu partido.

Nesses anos, Rajoy ocupou cargos importantes no PP, desde vice-secretário-geral a presidente, embora tenha alegado que sempre foi ativo somente na parte política e de estratégia eleitoral e que nunca esteve à frente de assuntos econômicos e de financiamento.

Também negou ter tido participação no financiamento de campanhas eleitorais do PP e afirmou que nunca tratou assuntos contábeis nem teve conhecimento de um suposto "caixa dois" no partido.

Internacional