PUBLICIDADE
Topo

Bombardeios da coalizão deixam pelo menos 11 mortos em Raqqa, na Síria

26/08/2017 15h21

Cairo, 26 ago (EFE).- Pelo menos 11 civis morreram neste sábado em bombardeios da coalizão internacional sobre vários pontos da cidade de Raqqa, no nordeste da Síria, bastião do grupo jihadista Estado Islâmico (EI), informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG detalhou que as vítimas são um homem e sua esposa, cinco dos seus filhos - dos quais três são meninas - e outras quatro pessoas de outra família.

Além disso, o Observatório advertiu que o número de mortos pode aumentar porque há feridos em estado grave, embora não tenha especificado seu número.

Os bombardeios tiveram como alvo bairros da cidade que ainda estão sob o controle dos jihadistas, que perderam terreno para as Forças da Síria Democrática (FSD), uma aliança armada liderada por curdos, que iniciou uma ofensiva sobre Raqqa no início de junho.

O Observatório informou anteriormente que as FSD controlavam mais de 50% da cidade, que até o começo do seu assalto era o principal feudo dos jihadistas na Síria e era considerada a capital do califado autoproclamado pelo EI em 2014.

As FSD contam com o apoio dos aviões da coalizão internacional e de tropas especiais dos Estados Unidos por terra.