PUBLICIDADE
Topo

Cinegrafista iraquiano morre ao cobrir ofensiva contra o EI em Tel Afar

27/08/2017 12h04

Erbil (Iraque), 27 ago (EFE).- Um cinegrafista de uma emissora iraquiana de televisão morreu neste domingo após a explosão de um artefato explosivo enquanto acompanhava tropas iraquianas durante uma ofensiva contra o grupo terrorista Estado Islâmico (EI) na região de Tel Afar, no norte do Iraque.

O Observatório Iraquiano para a Liberdade de Imprensa lamentou a morte do jornalista, identificado como Sayad Nayem Abduyeil, que trabalhava para uma emissora da cidade de Karbala, no sul do país.

A ONG explicou que ele morreu de imediato após a explosão do artefato explosivo.

As tropas iraquianas expulsaram hoje o EI dos dois últimos bairros controlados pelo EI na cidade de Tel Afar, principal núcleo urbano da região de mesmo nome.

O Exército do Iraque iniciou uma ofensiva para retomar a área no último domingo. Em sete dias, os soldados conseguiram controlar grande parte de Tel Afar, um dos últimos territórios controlados pelos jihadistas do EI no norte do Iraque.