Combates entre Exército e EI no centro da Síria matam pelo menos 60 pessoas

Cairo, 2 set (EFE).- Pelo menos 60 pessoas morreram neste sábado em bombardeios e combates entre as tropas governamentais sírias e o grupo terrorista Estado Islâmico (EI) na província central de Hama, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

No total, 21 soldados das fileiras governamentais e seus aliados morreram, enquanto 38 membros do EI também morreram, segundo a ONG.

Os combates se intensificaram após a explosão de três carros-bomba realizadas pelo EI em um contra-ataque ao exército sírio, que fez uma ofensiva contra os jihadistas nessa zona nos últimos dias.

O EI conseguiu reconquistar dois povoados, além do setor ocidental da localidade de Oqairabat, considerado um reduto na zona e que foi tomado horas antes pelos soldados governamentais, com o apoio das forças russas e outros aliados sírios e estrangeiros.

Nos últimos dez dias de ofensiva na zona morreram 40 civis, entre eles sete menores e sete mulheres, e 100 ficaram feridos pelos intensos bombardeios aéreos e o lançamento de mísseis, segundo a mesma fonte.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos