Trump visita o Texas pela 2ª vez para avaliar danos causados por Harvey

Washington, 2 set (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, aterrissou neste sábado no Texas, sua segunda viagem ao estado em menos de uma semana, para visitar as regiões atingidas pelo devastador furacão Harvey, avaliar os danos e verificar o andamento dos trabalhos de resgate e recuperação.

Acompanhado da primeira-dama Melania Trump, de assessores e alguns membros de seu gabinete, o presidente chegou a Houston, a cidade mais atingida pelas inundações causadas por Harvey, um pouco antes das 11h30 locais (13h30 de Brasília).

Houston continua sob a água uma semana após a passagem de Harvey, cujas inundações, as maiores na história dos Estados Unidos, deixaram mais de 30 mil desalojados e quase 50 mortos, além de uma enorme devastação no litoral do estado do Texas.

Trump deve se reunir hoje em Houston com vítimas da passagem de Harvey, voluntários e autoridades locais, e depois se dirigirá ao estado vizinho da Louisiana, onde o ciclone, já enfraquecido, também trouxe chuvas contínuas, causando inundações e destruição.

"Vamos nos ver logo. Os Estados Unidos estão com vocês!", disse Trump no Twitter aos atingidos por Harvey antes de deixar Washington.

Além disso, o presidente dedicou sua mensagem semanal às vítimas do furacão, a quem reiterou o apoio do governo no longo processo de recuperação: "Estamos com vocês em cada passo deste caminho. Vamos ajudá-los a se recuperar. Vamos ajudá-los a reconstruir. Vamos apoiá-los hoje, amanhã e sempre".

Em sua primeira visita ao Texas na última terça-feira, Trump foi criticado por elogiar o tamanho da multidão que se reuniu para vê-lo e cumprimentá-lo, ao invés de falar das vítimas do furacão e expressar a empatia e compaixão que costumam marcar as visitas presidenciais a regiões devastadas.

O governo de Trump pediu ao Congresso a aprovação de US$ 7,85 bilhões para ajudar às vítimas das inundações provocadas por Harvey.

O Congresso voltará ao trabalho na próxima terça-feira, após o recesso de agosto, e os líderes de ambas as câmaras se comprometeram a analisar de imediato a proposta orçamentária de Trump para as vítimas do furacão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos